Como funciona a recuperação da otoplastia

Publicado em

Por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

A recuperação da otoplastia são, relativamente, simples. Porém, como em qualquer cirurgia, exige alguns cuidados. Nos dias seguintes ao procedimento, o melhor a fazer é seguir as orientações médicas à risca. Obedecê-las garante que o pós-operatório da otoplastia seja tranquilo — o que é essencial para alcançar o resultado esperado! Por isso, antes de se submeter a esse tipo de intervenção, é preciso se preparar para pegar leve nos dias que a sucedem.

Neste artigo, esclarecemos como é a recuperação da cirurgia plástica nas orelhas. Confira as medidas que mais colaboram para uma melhor evolução pós-operatória!

Como é o processo de recuperação da otoplastia?

A recuperação da otoplastia é mais fácil do que em outros tipos de cirurgias plásticas da face, como a rinoplastia, por exemplo. Mas isso não a torna menos importante.

Acontece que, como alguns pacientes passam muitos anos sonhando em corrigir as orelhas em abano, quando finalmente conseguem, a empolgação pode falar mais alto. E, como se sabe, não respeitar os cuidados no pós-operatório da otoplastia é perigoso, colocando o resultado e a própria saúde em risco.

Quais são os cuidados no pós-operatório da otoplastia?

A colaboração do paciente é muito importante para um resultado satisfatório. Sendo assim, no pós-operatório é necessário seguir os seguintes cuidados:

  • manter a faixa (curativo do tipo envoltório) por 1 a 2 dias;
  • usar uma faixa (estilo tenista) à noite, por 2 semanas;
  • evitar exercícios e atividades físicas por, pelo menos, 2 semanas;
  • não praticar esportes de contato (artes marciais, por exemplo) por, no mínimo, 2 meses;
  • não tomar sol na área operada por 30 dias;
  • não entrar na água do mar ou da piscina por 30 dias (se entrar, é preciso tomar cuidado para não molhar a área operada, para evitar contaminação);
  • não expor as orelhas, diretamente, à luz solar ou à iluminação fluorescente enquanto existirem manchas equimoses.

Quanto tempo leva a recuperação da cirurgia plástica nas orelhas?

A cirurgia plástica nas orelhas é rápida. Leva, geralmente, entre 1 e 2 horas. O tempo de permanência na clínica ou no hospital (período de internação) também é mínimo, não excedendo 24 horas.

Em relação aos incômodos, são poucos os pacientes que se queixam de dores no pós-operatório. Quando acontece, ela é combatida com analgésicos comuns, prescritos pelo médico.

Ainda que possa variar de paciente para paciente, respeitando os devidos cuidados, a recuperação imediata da otoplastia leva entre 10 e 15 dias. Os pontos são retirados nas consultas pós-cirurgia, a partir do 10° dia.

A boa notícia é que o curativo que protege as orelhas precisa ser mantido, somente, entre as primeiras 24 a 48 horas. Por outro lado, a faixa (estilo tenista) deve ser usada durante 30 dias.

Como são as consultas de retorno?

No período pós-operatório, é muito importante retornar ao médico quantas vezes ele solicitar. Nessas consultas, além de avaliar se a evolução operatória está conforme o esperado, o especialista irá tirar dúvidas que, possivelmente, devem surgir.

Questões sobre a evolução cicatricial (como se há tendência à formação de queloide, por exemplo) podem ser esclarecidas. O médico, inclusive, irá avaliar em que fase o processo de cicatrização se encontra para, caso haja necessidade, passar orientações individualizadas.

Quais hábitos colaboram para uma melhor evolução pós-operatória?

Cuidados simples, mas que podem passar despercebidos, auxiliam no processo de recuperação. São eles:

  • não colocar brincos e piercings por, pelo menos, 1 mês;
  • evitar o uso de óculos por, no mínimo, 1 mês (se possível);
  • beber bastante água, para reduzir inchaços e melhorar a cicatrização;
  • alimentar-se de forma saudável, para contribuir com uma boa cicatrização;
  • não fumar e evitar o consumo de bebidas alcóolicas, mais uma vez, em prol da cicatrização.

Quais são os riscos da falta de cuidados no pós-operatório da otoplastia?

Os riscos variam conforme o nível de descomprometimento do paciente. De maneira geral, podem haver a piora da cicatrização e, até mesmo, prejuízo à estética das orelhas.

O resultado da otoplastia só é considerado como definitivo após 3 meses. A forma de abano não deve retornar, mas como se diz, em Medicina nunca se pode dar 100% de garantia.

Isso porque, há interferências que não dependem da atenção do cirurgião: além dos cuidados do próprio paciente, fatores hormonais e hereditários podem interferir no resultado. Tudo isso é tratado nas consultas pré-operatórias e descrito no Termo de Informações Pré-Cirúrgicas, que todo paciente recebe.

Este artigo serve apenas como um referencial, pois as orientações, principalmente em relação ao tempo dos cuidados, variam de paciente para paciente, conforme o histórico clínico e o estilo de vida. Por isso, siga o que seu médico lhe recomendar. A recuperação da otoplastia tem tudo para ser tranquila e, em pouco tempo, é possível retomar as atividades de rotina.

Caso você ainda tenha dúvidas em relação à cirurgia plástica nas orelhas, a equipe do Dr. Fábio Zanini pode te ajudar. Envie suas perguntas aqui!

Material escrito por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Médico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1999, fez sua especialização em Otorrinolaringologia pelo Hospital da Lagoa no Rio de Janeiro/RJ e Mestrado pela Santa de Misericórdia de São Paulo.

Assine nossa newsletter!