Procedimentos para levantar a ponta do nariz

Publicado em

Por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Muitas pessoas têm interesse em arrebitar a ponta nasal. No entanto, nem todos os tipos de nariz permitem tal intervenção. Nessa hora, é preciso ouvir o parecer médico. Só um especialista pode determinar quais são os procedimentos são mais indicados, tanto estética quanto funcionalmente, para cada paciente.

Neste artigo, mostramos como levantar a ponta do nariz com segurança. Continue a leitura e veja quem pode fazer esse tipo de correção.

Quando levantar a ponta do nariz?

Narizes aduncos, os quais têm a ponta projetada para baixo, principalmente quando as pessoas sorriem, são bastante submetidos à rinoplastia. No entanto, esse formato não é tão comum no Brasil.

Narizes caucasianos (ou romanos) também podem se beneficiar da intervenção na ponta nasal. Nesse caso, o procedimento dá a impressão de um dorso (giba nasal) menos protuberante.

Ao contrário do adunco, o nariz caucasiano é bem comum no país. Ele aparece, geralmente, em descendentes de imigrantes árabes, judeus e italianos.

A ponta do nariz “cai” com a idade?

Sim. O envelhecimento, realmente, interfere na estrutura do nariz. E além do prejuízo estético, o abaixamento da ponta nasal pode gerar incômodos funcionais. Por exemplo: algumas pessoas notam que, ao puxá-la para cima, a obstrução da via aérea melhora consideravelmente.

A boa notícia é que não existe limite de idade para fazer uma rinoplastia. De acordo com o último censo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), realizado em 2018, o percentual de intervenções em idosos vem crescendo ano a ano.

Em 2014, pessoas com 65 anos ou mais representavam 5,4% do total de cirurgias plásticas realizadas no Brasil. Em 2018, esse público aumentou para 6,6%.

Em pacientes mais velhos, costuma-se fazer intervenções que sejam, ao mesmo tempo, estéticas e funcionais. Não para que pareçam mais jovens aos olhares estranhos, mas apenas gostar do que veem no espelho. Em outras palavras, para terem uma imagem condizente com seu espírito jovial.

Quais são os benefícios da rinoplastia?

A cirurgia plástica melhora a estética e a função nasal. Para levantar a ponta, por exemplo, pode-se recorrer à rinoplastia de aumento. Além de corrigir o dorso, ela projeta a ponta nasal com enxerto de cartilagem.

A rinoplastia também permite corrigir assimetrias na extremidade do nariz, bem como formas mal definidas ou protuberantes. Em narinas caucasianas, uma das técnicas mais usadas para refinar a ponta nasal é a sutura com ressecção conservadora da cartilagem alar (mais conhecida como sutura interdomal).

Já se o intuito for amenizar traços étnicos muito marcantes, como pontas projetadas e caídas, pode-se realizar a chamada rinoplastia étnica. Nesse tipo de cirurgia, não custa reforçar, é importante preservar a naturalidade do rosto do paciente.

Por que o efeito natural é tão importante?

O efeito natural, resultante do equilíbrio estético entre o nariz e o restante da face, é necessário para manter a autenticidade do rosto. Por isso, a forma da narina precisa respeitar as proporções faciais de cada indivíduo.

Além disso, o formato nunca pode destoar da etnia do paciente. É por isso que, embora muitos desejem ter um nariz fino e arrebitado, isso nem sempre é adequado.

Quais são os riscos de procedimentos “alternativos”?

Não se engane: a única forma de alterar, definitivamente, a forma do nariz é por meio da rinoplastia. Procedimentos caseiros, como massagens que prometem afinar e levantar, não funcionam.

A rinomodelação, por sua vez, pode funcionar. Trata-se de um procedimento minimamente invasivo, no qual são aplicados preenchedores para arrebitar a ponta nasal. Porém, é uma medida temporária e que, se feita de maneira inadequada, pode gerar consequências graves.

O uso de substâncias inadequadas, como o polimetilmetacrilato (PMMA), em vez de preenchedores apropriados, por exemplo, leva a deformações permanentes, além de necrosar a pele. Por isso, a SBCP recomenda que esse tipo de intervenção seja feito apenas por especialistas (em cirurgia plástica ou dermatologia).

Um bom médico, aliás, também é essencial para o sucesso da rinoplastia, bem como para minimizar os riscos cirúrgicos. Caso seu desejo seja mesmo o de levantar a ponta do nariz, procure um especialista. Segundo a Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face (ABCPF), otorrinolaringologistas com especialização em rinologia e cirurgia plástica facial são os profissionais mais indicados.

Gostou do artigo? Então, agende uma consulta para tirar dúvidas e saber qual o procedimento mais indicado para o seu caso. Mas caso não more em Florianópolis, você pode seguir nosso Facebook e Instagram e continuar vendo dicas sobre rinoplastia!

Material escrito por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Médico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1999, fez sua especialização em Otorrinolaringologia pelo Hospital da Lagoa no Rio de Janeiro/RJ e Mestrado pela Santa de Misericórdia de São Paulo.

Assine nossa newsletter!


Fábio Zanini - Doctoralia.com.br