Quais são os tipos de nariz?

Publicado em

Por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

O Brasil é um país mestiço, no qual convivem pessoas com as mais diversas descendências. Essa mistura de povos deu origem a variados tipos de nariz. Certas vezes, no entanto, a estrutura nasal se torna desproporcional ao tamanho do rosto. Nesses casos, a rinoplastia pode ser uma forma de alcançar a harmonia facial. Mas, tudo depende dos desejos, necessidades e características étnicas de cada paciente.

Nesse artigo, o Dr. Fábio Zanini, otorrinolaringologista especialista em rinoplastia de Florianópolis, cita os tipos de nariz mais comuns. Mostra, ainda, as técnicas corretivas que podem ser usadas em quem deseja modificá-los. Confira!

Quais são os tipos de nariz mais comuns no Brasil?

Você sabe porque há tantos tipos de nariz? Uma pesquisa, realizada pela Universidade de Pensilvânia, mostram que diferentes formatos nasais resultam, em grande parte, da adaptação evolutiva ao clima da região onde os antepassados viveram.

Fatores como a temperatura e a umidade foram determinantes no tamanho da base do nariz e na largura das narinas. Assim, de maneira geral, narizes mais largos são mais comuns em locais quentes e úmidos e, os mais finos, em áreas frias e secas.

No Brasil, onde há imigrantes e descendentes de diferentes povos, pode-se encontrar esses e muitos outros tipos de nariz. “Os tipos caucasiano e negroide são os mais comuns no nosso país”, afirma o otorrinolaringologista.

Como reconhecer seu tipo de nariz?

Com base em algumas características, pode-se definir qual tipo de nariz é mais parecido com o seu. Por exemplo:

  • nariz fino e arrebitado: apresenta ponte (área entre os olhos) e narinas estreitas, com a ponta levemente para cima e o dorso ligeiramente côncavo;
  • nariz curto ou asiático, caracteriza-se pela ponte pouco pronunciada, sem elevação do dorso, narinas largas e ponta mais arredondada;
  • nariz negroide: comum em negros, tem o dorso curto, asas da base ainda mais alargadas, assim como narinas maiores e ponta arredondada;
  • nariz caucasiano: comum em descendentes de italianos, judeus e árabes, é facilmente reconhecido pela protuberância no dorso (a chamada giba nasal), a qual fica mais perceptível quando a pessoa está de perfil;
  • nariz adunco: parecido com o nariz romano, mas tem a ponta projetada para baixo, principalmente quando a pessoa sorri.

quais-sao-os-tipos-de-nariz-ilustracao

Há formatos mais propensos às cirurgias corretivas?

Dr. Zanini afirma que, no Brasil, pessoas com narizes dos tipos caucasiano e negroide são as que mais procuram a cirurgia estética. Segundo ele, os procedimentos variam, sendo definidos conforme as características de cada paciente. São exemplos:

  • cirurgia redutora, para retirada do excesso de tecido ósseo e cartilaginoso que forma a giba;
  • cirurgia de aumento, para levantar o dorso e projetar a ponta com enxerto de cartilagem, entre outras técnicas.

Leia mais: Dr. Fábio Zanini explica: quais os tipos de cirurgias no nariz

No entanto, o paciente não pode, simplesmente, escolher o tipo de nariz que deseja e se submeter à operação. “A cirurgia busca o equilíbrio estético entre a face e nariz, sempre respeitando a autenticidade e a naturalidade do rosto. Cada caso é avaliado, a fim de que se possa dar a melhor forma possível”, explica o médico.

Assim, embora muitas pessoas desejem um nariz fino e arrebitado, esse nem sempre é o perfil mais indicado. Por isso, médico e paciente deverão conversar até estarem de comum acordo com o tipo de nariz possível de se obter com o procedimento cirúrgico. Afinal, a rinoplastia deve ser feita respeitando as proporções faciais individuais e sem descaracterizar as origens étnicas.

Se você tem vontade de saber qual seria a cirurgia mais indicada para o seu caso, agende uma consulta. Uma decisão tão importante precisa ser tratada com a merecida atenção!

Material escrito por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Médico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1999, fez sua especialização em Otorrinolaringologia pelo Hospital da Lagoa no Rio de Janeiro/RJ e Mestrado pela Santa de Misericórdia de São Paulo.

Assine nossa newsletter!


Fábio Zanini - Doctoralia.com.br