Rinoplastia ajuda a respirar melhor?

Publicado em

Por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Quem deseja fazer uma rinoplastia, muitas vezes, busca melhorar não apenas as imperfeições estéticas, mas também as qualidades funcionais. Tanto que, quando a correção do septo é necessária, duas ou mais técnicas são realizadas ao mesmo tempo. Nesses casos, a cirurgia no nariz realmente pode ajudar a respirar melhor! Isso impacta na saúde e na qualidade de vida do paciente que, entre outras vantagens, passa a dormir bem, ter mais disposição e menor propensão a desenvolver doenças.

Ouça este conteúdo

Neste artigo, detalharemos os alcances da chamada rinosseptoplastia. Continue a leitura e entenda porque ela é tão transformadora!

Por que há tantos tipos de rinoplastias?

Diferentes formatos de nariz necessitam de diferentes técnicas cirúrgicas. Por conta disso, existem diversos tipos de rinoplastias. São elas, as rinoplastias:

  • estéticas, procuradas pelos pacientes preocupados com a aparência;
  • funcionais, que tratam de prejuízos na saúde, não apenas estéticos;
  • étnicas, indicadas para amenizar traços marcantes na forma do nariz;
  • secundárias ou revisionais, realizadas para corrigir cirurgias anteriores, que deixaram deformidades;
  • pós-traumáticas, empregadas para reconstruir a forma ou a função nasal comprometida após um trauma.

Esses 5 tipos principais se subdividem em outros, os quais podem ser combinados, no mesmo procedimento, para alcançar o resultado almejado. É o caso da rinosseptoplastia.

O que é a rinosseptoplastia?

A rinosseptoplastia combina técnicas da rinoplastia estética com a funcional (no caso, a septoplastia). A principal vantagem da rinosseptoplastia é ser “dois em um”, ou seja, unir uma necessidade fisiológica (corrigir o desvio de septo e resolver a disfunção causadora da queixa clínica) à melhora na aparência.

A cirurgia é indicada para pacientes cuja avaliação pré-operatória apontou a presença de desvio septal. Mas, além disso, é preciso que exames complementares comprovem sua correlação com a obstrução nasal. Traumas no nariz sofridos na infância, que muitas vezes passam despercebidos, costumam ser a origem do problema — o qual se torna sintomático na vida adulta.

Como a cirurgia ajuda a respirar melhor?

O desvio de septo é uma das principais razões para a obstrução nasal crônica. Esse quadro, por sua vez, traz incontáveis prejuízos à saúde.

A falta da respiração predominantemente nasal afeta, direta ou indiretamente, diversos aspectos do organismo, como:

  • a fala (deixando a voz anasalada);
  • o desenvolvimento crânio-facial, implicando na malformação da face;
  • o sono, levando ao aumento do ronco e à apneia;
  • a capacidade de atenção e o aumento do estresse;
  • a queda na imunidade, entre outros problemas relacionados.

Assim, o tratamento cirúrgico tem por objetivo recuperar a função respiratória do nariz, aliviando os sintomas obstrutivos. Afinal, em última instância, a rinosseptoplastia serve para respirar melhor!

 Passar pela avaliação de um otorrinolaringologista, de preferência, especialista em rinoplastia, é a melhor forma de diagnosticar e tratar o problema. Como esse profissional acompanha o paciente em todo o processo, da primeira consulta ao pós-operatório, os cuidados se tornam muito mais assertivos!

Se você precisa de uma avaliação personalizada para rinosseptoplastia em Florianópolis, entre em contato com nosso especialista, Dr. Fábio Zanini. Você pode agendar sua consulta por e-mail ou WhatsApp. Ou, se preferir, envie sua dúvida para que ele responda no blog!

Material escrito por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Médico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1999, fez sua especialização em Otorrinolaringologia pelo Hospital da Lagoa no Rio de Janeiro/RJ e Mestrado pela Santa de Misericórdia de São Paulo.

Assine nossa newsletter!