Rinoplastia funcional: conheça as vantagens e indicações

Publicado em

Por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

A rinoplastia funcional é um tipo de cirurgia que associa a melhoria estética nasal à correção de distúrbios decorrentes de problemas congênitos (por conta do desenvolvimento incorreto das estruturas nasais), de doenças respiratórias ou de traumas sofridos na face. 

Dito de outra forma, essa associação pode harmonizar o formato ou tamanho das narinas — quando existe a queixa por parte do paciente — na mesma ocasião em que reestabelece a capacidade respiratória. É o que ocorre em pacientes submetidos à rinosseptoplastia, uma das associações cirúrgicas de grande prevalência no universo das rinoplastias.

Neste artigo, vamos mostrar as rinoplastias funcionais mais comuns. Continue a leitura e conheça suas vantagens e principais indicações.

O que é rinoplastia funcional?

Rinoplastia funcional é um dos possíveis tipos de cirurgias nasais. De maneira geral, seu foco é resolver questões relacionadas à funcionalidade do nariz, as quais comprometem a respiração.

Ela busca tratar alterações na estrutura nasal que sejam, comprovadamente, prejudiciais à saúde e qualidade de vida do paciente. Para isso, muitas vezes, é preciso combinar duas ou mais técnicas no mesmo ato cirúrgico.

Entre os principais tipos de rinoplastias funcionais, pode-se citar:

  • rinosseptoplastia,  cirurgia realizada para a correção do desvio de septo, para que o paciente possa respirar melhor e está associada a uma correção estética;
  • rinoplastia pós-traumática, quando o paciente sofre um acidente e acaba ficando com alguma deformidade na região do nariz;
  • rinoplastia associada à correção da hipertrofia dos cornetos (também chamados de conchas nasais ou de carne esponjosa), condição que dificulta a passagem do ar;
  • rinoplastia para tratar doenças de cunho respiratório, rinossinusite ou a presença de pólipos nasais (pequenos tumores, considerados benignos).

Quando a rinoplastia funcional pode ser associada à estética?

Isso ocorre em diversas situações. A rinoplastia funcional é indicada para pacientes que, após uma conversa franca com o médico, revelam o desejo de corrigir não apenas problemas de saúde, mas também estéticos.

A partir daí, o profissional irá avaliar suas características e exames para definir a melhor estratégia cirúrgica a ser adotada. De maneira geral, a combinação das duas técnicas leva ao alto índice de satisfação dos pacientes.

A rinoplastia funcional pode ser feita pelo plano de saúde?

Se a intervenção for estritamente funcional, geralmente, o procedimento pode ser realizado pelo plano de saúde. Isso desde que a cobertura contratada ofereça essa possibilidade. Caso não saiba ou não tenha certeza, sugiro que cheque sua apólice junto à seguradora.

No entanto, se houver uma cirurgia estética associada, os respectivos custos costumam ser pagos de forma particular. Por exemplo: no caso de uma septoplastia associada à correção do dorso nasal (o famoso ossinho protuberante do nariz), a parte funcional poderia ser coberta pelo plano de saúde. Já a parte relativa à estética ficaria a cargo do paciente.

Para aumentar as chances de ter o procedimento funcional coberto, é importante reunir toda a documentação exigida pelo plano de saúde. Os convênios só autorizam a realização de uma cirurgia após avaliarem exames, pareceres médicos e, quando preciso, outros papéis comprobatórios. Por exemplo: no caso de um acidente de trânsito ou de um trauma decorrente de uma briga, é necessário apresentar o boletim de ocorrência (B.O.).

Qual especialista pode realizar esse tipo de cirurgia?

O otorrinolaringologista especializado em cirurgia plástica facial é o médico mais indicado para realizar uma rinoplastia funcional. Mas, para garantir que o profissional esteja atualizado com as técnicas e procedimentos cirúrgicos mais modernos, verifique se o mesmo é filiado à Associação Brasileira de Cirurgia Plástica da Face (ABCPF).

Vale destacar que a formação em otorrinolaringologia é essencial para evitar o agravamento da condição que suscitou a cirurgia. Já a especialização em cirurgia plástica facial assegura que o resultado fique esteticamente harmônico.

Neste artigo, mostramos as principais aplicações da rinoplastia funcional. Corrigir problemas estruturais e restabelecer a capacidade respiratória são suas maiores vantagens. Além disso, o fato de poder ser associada a técnicas de correção estética faz dela uma das modalidades mais realizadas pelos especialistas!

Caso ainda tenha restado alguma dúvida, sinta-se à vontade para enviá-la pelo formulário de contato. Se preferir, agende uma consulta — meu consultório fica em Florianópolis/SC!

Material escrito por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Médico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1999, fez sua especialização em Otorrinolaringologia pelo Hospital da Lagoa no Rio de Janeiro/RJ e Mestrado pela Santa de Misericórdia de São Paulo.

Assine nossa newsletter!


Fábio Zanini - Doctoralia.com.br