Rinoplastia masculina: como é a cirurgia plástica para homens?

Publicado em

Por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

O público masculino também gosta de se cuidar e, para conquistar uma aparência harmônica, vem aderindo, cada vez mais, aos procedimentos cirúrgicos. Segundo um levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, em cinco anos a busca deles por esse tipo de procedimento quadriplicou. Entre as intervenções, a rinoplastia é uma das mais realizadas — principalmente, entre os jovens adultos, na faixa dos 30 anos de idade.

Neste artigo, conheça os diferenciais da rinoplastia para homens. Veja o que é possível alterar no nariz e como é feita a cirurgia. Boa leitura!

Rinoplastia masculina X rinoplastia feminina

Independentemente do sexo, a preparação e os exames pré-operatórios são, basicamente, os mesmos. As variáveis dependem mais do tipo de intervenção, baseada na queixa individual, bem como da idade e do histórico clínico de cada paciente.

Entre os principais motivos que levam as pessoas a realizarem uma rinoplastia, estão:

  • a melhora da autoestima e, consequentemente, da qualidade de vida;
  • a melhora da funcionalidade, como em indivíduos com desvio de septo, condição que prejudica a respiração e pode levar a quadros de rinossinusite crônica, apneia obstrutiva do sono, entre outros problemas;
  • a preservação da jovialidade, em pessoas que, com o envelhecimento, ficaram com a ponta nasal caída e mais arredondada;
  • a correção de lesões no nariz, ocorridas, muitas vezes, em acidentes de carro, durante práticas esportivas ou em lesões corporais.

No entanto, em relação aos principais tipos de intervenções, a rinoplastia em homens e mulheres se diferencia. Hoje em dia, graças ao refinamento das técnicas, eles podem se submeter à cirurgia no nariz sem o risco de ficar com uma aparência feminina.

Para isso, os especialistas fazem o máximo para preservar as feições masculinas, tornando-as proporcionais aos demais elementos do rosto. Narizes muito finos, pequenos e/ou arrebitados, por exemplo, não combinam com os traços deles. Perfis mais retos, até mesmo, com uma ligeira elevação do dorso, bem como pontas bem projetadas, são mais indicados.

Tipos de mudanças na rinoplastia dos homens

Na rinoplastia masculina, buscam-se resultados ainda mais sutis e naturais. Entre as mudanças realizadas, destacam-se:

  • correção do desvio de septo, quase sempre, associado a algum tipo de harmonização estética (rinosseptoplastia);
  • correção de deformidades decorrentes de acidentes na região nasal (rinoplastia pós-traumática);
  • correção da hipertrofia dos cornetos (carne esponjosa), para desobstruir a passagem do ar;
  • tratamento de problemas respiratórios crônicos, como em pacientes com rinossinusite ou com pólipos nasais (tumores benignos), por exemplo;
  • melhorias estéticas, como harmonização da largura do dorso, correção de assimetrias e desvios, diminuição das asas nasais, melhora do aspecto da ponta do nariz, entre outras possibilidades.

Características da cirurgia no nariz

No que diz respeito às técnicas, a rinoplastia para homens varia de acordo com o tipo de estrutura nasal. Na maioria dos brasileiros, ela costuma ser caucasiana (com dorso mais forte) ou negroide (com a cartilagem mais fraca).

Seja para fins estéticos e/ou funcionais, a cirurgia no nariz pode ser realizada por via aberta ou fechada. Na rinoplastia aberta, a incisão é feita na columela; já na rinoplastia fechada (80% dos casos, segundo a Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face), as incisões são internas, o que deixa as cicatrizes escondidas.

Muitas vezes, o paciente recebe apenas uma anestesia local e sedação. Em outros casos, pode ser necessário recorrer à anestesia geral. Seja qual for a escolha, o procedimento deve ser sempre realizado em regime hospitalar.

Na maioria dos casos, o paciente tem alta no mesmo dia, após ficar algumas horas em observação. Assim, os cuidados pós-operatórios devem ser seguidos em casa.

Logo após a cirurgia, o paciente passa a usar uma tala, para dar suporte à cartilagem e aos ossos. Esse molde é removido em uma semana, mas ainda será preciso tomar cuidado com a região operada e evitar esforços físicos intensos.

Após duas semanas, as atividades voltam ao normal. A exceção é a prática de exercícios físicos — liberada, para a maioria das modalidades, após um mês.

O inchaço e hematomas desaparecem alguns dias após a cirurgia. Porém, o resultado, em relação à forma e função, somente é considerado definitivo depois de um ano.

Assim, a rinoplastia masculina não deixa em nada a desejar em relação à rinoplastia feminina. O segredo para o sucesso é contar com a análise de um especialista altamente capacitado, que considere as características individuais para definir a melhor estratégia cirúrgica.

Para saber mais sobre esse tipo de procedimento, siga minhas redes sociais. Estou no Facebook e no Instagram!

Material escrito por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Médico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1999, fez sua especialização em Otorrinolaringologia pelo Hospital da Lagoa no Rio de Janeiro/RJ e Mestrado pela Santa de Misericórdia de São Paulo.

Assine nossa newsletter!