Vantagens de fazer a rinoplastia com um otorrinolaringologista

Publicado em

Por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Alguns pacientes que me procuram para resolver distúrbios ligados à funcionalidade nasal acabam manifestando, também, o interesse em corrigir certos aspectos estéticos. Nessa hora, sempre escuto: “mas Dr. Fábio, ‘otorrinos’ podem fazer rinoplastias?” A resposta é sim, contanto que possuam especialização em cirurgia plástica da face. Na realidade, realizar a rinoplastia com o otorrinolaringologista traz muitas vantagens para o paciente.

É sobre isso que trato neste artigo. Continue a leitura e veja o que muda ao operar seu nariz com quem entende tanto das funções respiratórias quanto da harmonização visual!

Como é a consulta para realizar rinoplastia com um otorrinolaringologista?

consulta com um otorrinolaringologista apto a realizar rinoplastias é bem detalhada. Ela se inicia com uma longa conversa, na qual o paciente expõe suas queixas (funcionais e/ou estéticas) e expectativas relacionadas ao procedimento.

Ele também será questionado sobre seu histórico clínico (condições médicas, comorbidades conhecidas, alergias medicamentosas, remédios e/ou suplementos em uso e até hábitos de vida), bem como se já teve algum trauma facial ou fez alguma cirurgia. A partir daí, o médico fará:

  • a inspeção das cavidades nasais, para verificar se há algum problema (como desvio de septo, hipertrofia dos cornetos, adenoide volumosa ou pólipos) que possa provocar sintomas respiratórios, como a obstrução nasal crônica;
  • a medição e análise das proporções faciais (olhos, boca, queixo e fronte), para definir o que pode ser aprimorado por meio da cirurgia;
  • as fotos de antes do procedimento, para serem anexadas ao prontuário médico.

Além disso, o especialista solicita uma série de exames, necessários para complementar o diagnóstico e verificar as condições de saúde do paciente. No check-up pré-operatório, costuma-se pedir exames de sangue (hemograma completo e coagulograma), uma avaliação cardiológica e, se preciso, exames complementares, como a tomografia e a endoscopia nasossinusal.

O que acontece após o diagnóstico?

Se for identificado algum problema de saúde no nariz e/ou nas estruturas ligadas a ele (ouvido e garganta), o otorrinolaringologista é o especialista mais indicado para definir a linha de tratamento. Essa pode ser clínica (com o uso de medicamentos) ou cirúrgica (por meio de uma ou mais técnicas de rinoplastia funcional).

Já no caso do paciente manifestar o desejo de corrigir, além do nariz, o formato das orelhas, os procedimentos podem ser associados na mesma ocasião. Mas para isso, é preciso que a rinoplastia e a otoplastia sejam simples.

Isso porque, o tempo da operação não pode exceder o limite de segurança (o qual é determinado pelo médico anestesiologista da equipe). Um exemplo de combinação viável é a rinoplastia redutora, para corrigir a giba nasal, associada à otoplastia para correção das orelhas em abano.

O que muda no acompanhamento pós-operatório da rinoplastia?

Quem faz a rinoplastia com um otorrinolaringologista recebe orientações e cuidados pós-operatórios que vão além da parte estética. Afinal, esse especialista se preocupa, também, com a recuperação das funções respiratórias tratadas cirurgicamente.

Já no caso da rinoplastia ser, estritamente, estética, o diferencial do otorrinolaringologista está em preservar a integridade das funções respiratórias. Isso significa que ele nunca fará uma intervenção que as coloque em risco, apenas para satisfazer um objetivo estético.

Assim, se o paciente quiser afinar o nariz ou levantar a ponta nasal, por exemplo, o especialista definirá o limite do que é possível, sem comprometimentos à saúde. Conservar a função nasal é imprescindível não apenas para a manutenção da respiração, mas também para o aquecimento, filtração e umidificação do arinspirado, assim como o olfato e até a ressonância da voz.

Como fazer a rinoplastia com um otorrinolaringologista?

Nem todo otorrinolaringologista é habilitado para fazer esse tipo de procedimento. Para encontrar um especialista, faça uma busca no site da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face (ABCPF).

Caso você resida em Florianópolis/SC ou tenha disponibilidade para passar uns dias na cidade, coloco-me à disposição. Como médico otorrinolaringologista com especialização em rinologia e membro da ABCPF, posso diagnosticar e tratar distúrbios na função nasal, assim como corrigir desvios estéticos no nariz. Tudo isso, preservando ao máximo a naturalidade da face. São esses fatores, somados à atenção no pré e pós-operatório, que garantem as vantagens de fazer sua rinoplastia com um otorrinolaringologista!

Espero que o conteúdo tenha sido esclarecedor. No entanto, se ainda tiver alguma dúvida, sinta-se à vontade para entrar em contato!

Material escrito por: Dr. Fábio Zanini - CRM/SC 8373 | RQE 3904

Médico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1999, fez sua especialização em Otorrinolaringologia pelo Hospital da Lagoa no Rio de Janeiro/RJ e Mestrado pela Santa de Misericórdia de São Paulo.

Assine nossa newsletter!



    Insira o código na caixa ao lado.

    captcha